Pule para o conteúdo principal

FINANÇAS PESSOAIS: UM GAP BRASILEIRO

FINANÇAS PESSOAIS: UM GAP BRASILEIRO

Precisamos falar de finanças pessoais, um assunto que pauta o dia a dia de qualquer um – ainda mais em tempos de imprevisibilidade econômica. A prática de equilibrar rendimentos e despesas pode ser a chave de uma vida mais tranquila, além de oferecer um passaporte para a realização de projetos e sonhos. Mas não são todos os brasileiros que têm esse hábito.

Para ser exato, 58% da população não costuma dedicar tempo ao controle das finanças pessoais. Os dados, divulgados em março, são de um levantamento do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) em parceria com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Quando o assunto é alcançar uma meta, como comprar um carro, o percentual se revela semelhante: apenas 48% dos entrevistados estabelecem objetivos financeiros e buscam cumpri-los à risca.

O estudo também constatou que 45% das pessoas são suscetíveis a promoções e costumam adquirir produtos além do necessário. Outros 33% fazem compras parceladas sem saber se já possuem ou não outras prestações a pagar. As finanças pessoais exigem atenção. Em alguns casos, vale apostar em títulos de capitalização ou empréstimos consignados para viabilizar planos ou colocar a casa em ordem.

Os comentários estão encerrados.