Pule para o conteúdo principal

5 dicas de storytelling na venda direta

5 dicas de storytelling na venda direta

Poucas práticas envolvem tanto as pessoas quanto uma boa história. Não à toa, o storytelling é cada vez mais adotado por empresas interessadas em engajar o público. A estratégia usa técnicas comuns à literatura e ao cinema para passar uma mensagem.

Significa que a informação não chega de forma direta, mas através de um enredo – com personagens, início, meio e fim. O storytelling pode ser adaptado a diversas situações, incluindo a venda direta.

Nesse caso, porém, é preciso seguir alguns passos importantes. Confira cinco deles:

1. Domine o produto: Entenda como a solução que está sendo vendida pode impactar o consumidor positivamente. O storytelling nasce para destacar isso.

2. Estruture a história: Estabeleça início, meio e fim. Dê asas à criatividade, mas de uma maneira que o interlocutor compreenda a mensagem.

3. Fisgue-o logo de cara: As primeiras frases são fundamentais. Você precisa despertar a curiosidade do cliente nos segundos iniciais.

4. Seja autêntico: Não copie. Busque algo inédito. Histórias pessoais tendem a funcionar bem aqui.

5. Transparência: Não crie histórias mirabolantes e irreais. Encante o cliente com a trama e surpreenda-o no final, mas sempre de forma verossímil.

Os comentários estão encerrados.