4 atitudes que sabotam sua carreira

4 atitudes que sabotam sua carreira

mão percorrendo com os dedos pedaços de madeira

Evite trabalhar em excesso e executar sempre as mesmas atividades. Foto: Freepik

Existem diversas atitudes que parecem positivas para a vida profissional, mas podem acabar se tornando prejudiciais. Trabalhar em excesso e não diversificar as atividades são dois exemplos de sabotagens frequentemente cometidas. 

A seguir, listamos quatro dicas de posturas que podem minar a evolução da sua carreira.

1. Tornar-se excessivamente crítico

Buscar a perfeição pode ser a melhor rota para se chegar à excelência. Em muitos casos, porém, isso não passa de uma utopia. E o pior: há profissionais que não entendem o limite tênue entre a exigência e a cobrança excessiva. O alto nível de crítica, seja com o seu trabalho ou com o dos colegas, pode gerar estresse e atrapalhar o relacionamento da equipe. Vale puxar o freio do perfeccionismo, às vezes.

2. Postura passiva

Respeitar as regras de uma empresa e exercer a sua função da melhor forma são posturas sempre bem-vindas. Mas não se limite a fazer apenas o trivial. Seja proativo: pergunte, sugira, peça feedbacks, procure entender como contribuir mais.

3. Não buscar renovação

Essa dica está ligada à anterior. A persistência é uma das chaves para a destreza, seja qual for a atividade. Por outro lado, manter-se preso a uma mesma rotina limita as suas opções. A acomodação pode parecer confortável num primeiro momento, mas tende a ‘fechar’ a sua cabeça para a inovação. Isso limita o seu crescimento. Sempre que possível, busque participar de diferentes projetos. Pode ser importante para o desenvolvimento de novas habilidades.

4. Trabalhar em excesso

Não há nada de errado em entrar de cabeça em uma empreitada apaixonante. Mas abrir mão de tudo pelo trabalho não pode virar uma regra. Estender a jornada com frequência é carimbar o passaporte rumo ao esgotamento físico e mental. O resultado provável são as falhas, o estresse e até o surgimento de doenças. Imponha limites à sua rotina e reserve o horário prolongado para momentos pontuais que exijam maior dedicação.

Os comentários estão encerrados.