Pule para o conteúdo principal

A doce relação entre avós e netos

A doce relação entre avós e netos

A doce relação entre avós e netos

Convivência com os avós auxilia no desenvolvimento das crianças. Foto Freepik

A vida nos traz muitas emoções, mas poucas são tão marcantes quanto aquelas proporcionadas pela maternidade. O laço criado entre mães e filhos tem uma força inigualável. Na prática, apenas um elo pode ser comparado a esse: é a relação existente entre avós e netos.  

A chegada de um netinho representa a renovação dos sentimentos maternos mais puros, reacendendo essa fonte inesgotável de amor. E o melhor: de um modo mais leve, mais doce e, quem sabe, até mais intenso.

Sem as mesmas responsabilidades e o peso dos pais, as avós podem se concentrar naquilo que há de mais gostoso no convívio com as crianças – como as molecagens, os mimos e os sorrisos. Isso sem falar daquelas besteirinhas deliciosas de comer. Não à toa, as avós são chamadas de “mães com açúcar”.

A ciência comprova

Ainda assim, as vovós – e os vovôs – têm um papel fundamental na vida dos netos. A ciência comprova isso. Uma pesquisa da Brigham Young University, nos Estados Unidos, confirmou o que a gente já sabia: conviver com os avós auxilia o desenvolvimento das crianças.

O estudo reuniu mais de 400 alunos do Ensino Fundamental. Aqueles estudantes que tinham uma ligação próxima com os avós tiravam melhores notas e apresentavam maior facilidade de relacionamento. Também demonstravam maior compaixão e ternura na comparação com os colegas que não eram tão próximos dos avós.

Mas a relação entre avós e netos não é positiva apenas para os pequenos. O inverso também funciona: os netinhos fazem bem demais aos avós. Diversas pesquisas científicas apontam que estar com os netos aumenta o prazer e a satisfação com a vida.

Os avós se sentem úteis ajudando os filhos a cuidar das crianças. Atividades assim reduzem os riscos de depressão, Alzheimer e outras doenças do cérebro. Ou seja, os netinhos não apenas preenchem o coração dos avós, mas ocupam a cabeça deles também.

A saudável relação entre avós e netos. Foto Freepik

Benefícios para todos

Além disso, avós e netos aprendem uns com os outros. Enquanto os pequenos ensinam sobre as tecnologias e as novidades do mundo moderno, os avós contam a história da família e os instruem sobre valores éticos – como o respeito e a consideração aos mais velhos. 

E é nessa troca de afetos e de experiências que a beleza da vida se renova, e o peito dos avós se enche de alegria.

 

Você também tem um netinho que mora no seu coração? Conte para nós! 

Os comentários estão encerrados.