TEM MAIS GENTE ANDANDO DE BIKE

TEM MAIS GENTE ANDANDO DE BIKE

As empresas que perceberam esse movimento têm muito a ganhar. Veja a Uber: antevendo que os ciclistas aumentariam em São Francisco, EUA, adquiriu a Jump, serviço de aluguel de bikes elétricas que operava na cidade. Alugadas no mesmo app dos carros, as bikes tiveram um aumento de 15% na demanda, enquanto as chamadas de carros caíram 10%.

Em São Paulo foi criado o taxibike. É exatamente isso que você pensou: por meio do aplicativo Bikxi, a pessoa pede uma corrida e vai ao destino na garupa de um ciclista profissional. Por ora, o app da bike compartilhada compreende um trajeto de 20 km sobre ciclovias da capital paulista.

Mas as vantagens vão além dos serviços. Quando estimulado como política de gestão de pessoas, o ciclismo oferece vários benefícios. Um colaborador que pedala fica mais disposto e motivado no trabalho. Além de praticar exercícios, ele incentiva uma alternativa sustentável de mobilidade.

Muitas empresas enfrentam o desafio de adaptar suas arquiteturas para criar bicicletários e vestiários. Outras adquirem capacetes e fornecem coletes refletivos. Aderir a essa causa é regra de ouro no modelo organizacional alinhado ao século 21. Ciente disso, a Bem trabalha para, em breve, oferecer esse benefício às equipe.

Os comentários estão encerrados.