Pule para o conteúdo principal

Dicas preciosas para envelhecer com saúde

Dicas preciosas para envelhecer com saúde

pessoas fazendo exercícios físicos

Não há limite de idade para manter uma rotina de exercícios físicos. Foto: Freepik

Foi-se o tempo em que idade avançada significava ficar parado, de braços cruzados, olhando os dias pela janela. Em plena maturidade, é possível aproveitar a vida com mais disposição. Dos esportes coletivos à dança, diferentes atividades podem ajudar você a viver mais e melhor.

Veja as dicas que preparamos para você: 

Musculação

Com o passar dos anos, a perda de massa muscular reduz a força e a potência em homens e mulheres. Mas isso pode ser revertido com a prática da musculação, que ainda combate a osteoporose e ajuda a recuperar estímulos cerebrais. 

Tênis, vôlei, futebol

Para enfrentar problemas de memória e raciocínio, é comum a recomendação de leitura ou fazer palavras-cruzadas. Mas esportes que exigem atenção, coordenação e agilidade – como tênis, pingue-pongue, vôlei – também podem ser poderosos aliados. 

Treinamento funcional

Pessoas com mais idade costumam sofrer com a perda de equilíbrio. O problema aumenta o risco de tombos e lesões, limitando a mobilidade. Nesse sentido, poucos esportes são mais efetivos que o treinamento funcional. Tratam-se daqueles exercícios praticados em academias, em que as pessoas usam prancha, fazem step e agachamentos. Respeitando as orientações de um profissional da área e as limitações de sua saúde, os benefícios aparecerão em pouco tempo. 

Dança

Não é só o corpo que sente o peso do tempo. Tratar a mente é fundamental, já que o envelhecimento provoca mudanças fisiológicas no cérebro. A perda de um familiar ou de amigos, além do aparecimento de doenças, são fatores que podem causar ansiedade ou depressão. Um dos exercícios mais eficientes para espantar males assim é a dança. Além de ser uma atividade aeróbica, que previne problemas cardiovasculares e hipertensão, dançar é um programa sociável e lúdico – ou seja, que dá prazer. Por conta disso, o cérebro produz mais neurotransmissores, que melhoram o humor e a disposição.

Viu? Ninguém precisa escalar o Everest ou enfrentar maratonas depois de chegar aos 90 anos de idade. Mas não há como negar que a prática de exercícios pode ser crucial na vida de qualquer pessoa. E você, já faz alguma dessas atividades? Conte quais!

Os comentários estão encerrados.