Pule para o conteúdo principal

Millenials priorizam bons salários

Millenials priorizam bons salários

Três pessoas sentadas a mesa

Flexibilidade de horários, engajamento social e oportunidades de aprendizado: os millenials nascidos no Brasil dão atenção a todos esses itens na hora de escolher um lugar para trabalhar. Entretanto, a nova geração de profissionais elege a recompensa financeira como o principal critério para optar por uma empresa.

A constatação é da pesquisa The 2018 Deloitte Millennial Survey. O estudo contemplou 10.455 jovens, com idades entre 24 e 35 anos, nascidos em 36 países.

Entre os 307 brasileiros entrevistados, 68% afirmaram que os salários e benefícios são o primeiro fator analisado quando uma vaga é oferecida. O dado não chega a surpreender, mas sugere um maior alinhamento dos millennials ao perfil das gerações anteriores.

A própria questão da flexibilidade de trabalho, uma marca desses profissionais, não alcançou a maioria dos entrevistados. Menos da metade (49%) dos jovens brasileiros citaram o item como importante. Já a possibilidade de aprendizado contínuo foi considerada relevante para 55% dos respondentes.

Ainda em relação à questão financeira, os millennials daqui se mostraram otimistas: 65% acreditam que terão uma condição de vida superior à dos pais.

Os comentários estão encerrados.