Pule para o conteúdo principal

Como utilizar o empréstimo consignado para pagar dívidas

Como utilizar o empréstimo consignado para pagar dívidas

consignado para dividas

Usar o empréstimo consignado para unificar dívidas pode ser muito econômico. (Foto: Sutterstock)

Os impactos da pandemia do novo coronavírus não ficam limitados apenas á área da saúde. A economia também foi prejudicada e deve seguir sofrendo abalos daqui em diante. Isso fará com que muitas pessoas não consigam honrar seus compromissos ou pagar financiamentos. O cenário, portanto, exige a busca de alternativas. E saiba que usar o empréstimo consignado para pagar dívidas pode ser uma ótima solução.

A combinação de taxas de juros menores, prazos estendidos e controle no pagamento são algumas vantagens dessa modalidade. O crédito consignado, assim, deve ser encarado como um aliado a quem está buscando equilibrar suas contas – e não como mais uma dívida. Em momentos de incerteza, contar com esse apoio pode aliviar o estresse e a ansiedade, fatores que já estão em alta durante a quarentena.

Para ter segurança quanto à utilidade do crédito consignado no pagamento de dívidas, preparamos algumas dicas. Confira!

Por que usar o crédito consignado para pagar dívidas

Cartão de crédito, financiamentos, parcelamentos. Muitas vezes, as pessoas acumulam débitos junto a várias empresas ou instituições financeiras. Isso significa que elas têm de lidar com diferentes condições, como taxas e prazos, em cada uma delas. Esse é um dos trunfos do crédito consignado.

Nesse modelo, você encontra juros menores, prestações fixas e mais tempo para pagar, além de concentrar a sua dívida em um só pagamento mensal, descontado automaticamente do seu contracheque ou da conta corrente. Muito mais fácil, ágil, seguro e, claro, barato.

Planejamento 

Já sabemos que o crédito consignado é um facilitador na hora de saldar dívidas. Entretanto, sem planejamento, nenhuma operação financeira funciona. O primeiro passo é organizar as dívidas que serão pagas. Senão, em pouco tempo, você estará em apuros novamente. Aqui, não tem jeito: a velha e boa planilha é uma ferramenta essencial para sua organização financeira.

Priorize as dívidas

Comece pelas mais caras. Cartões de crédito e cheque especial têm juros mais altos e devem ganhar maior atenção. Quem nunca se deparou com os 322,6% de juro anual do crédito rotativo? Pagar o valor mínimo do cartão é um dos principais erros que criam a temida bola de neve de prestações.

Outro motivo que leva ao endividamento é o cheque especial, com juros de 130% ao ano. Em épocas de dificuldades econômicas, como a que estamos atravessando com a pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas têm recorrido ao cheque especial para dar conta do custo de vida. Por isso, ao priorizar o pagamento dessas dívidas, você pode, em pouco tempo, recuperar seu crédito e o poder de compra, essenciais nesse momento de incertezas.

Consignado para todas as horas 

Financiamentos são algumas das principais formas de ter acesso a bens de valor. O problema é que, muitas vezes, ao atravessar dificuldades financeiras, você corre o risco de perder o bem caso deixe de pagar as parcelas. Usar o crédito consignado para pagar dívidas, nesse momento, é uma forma de resguardar o seu patrimônio.

Negocie antes de pagar

Antes de quitar qualquer dívida, tente negociar com a empresa credora. Na maioria dos casos, os acordos reduzem juros para agilizar o abatimento do valor em aberto. Essa também é uma forma de economizar e manter um perfil de bom pagador.

Pague à vista

Em geral, as negociações de dívidas são realizadas para pagamentos à vista. Mais uma vez, o crédito consignado torna-se um aliado, pois abre a possibilidade de você quitar a dívida com desconto. O parcelamento vai incidir apenas no consignado, que tem juros menores.

Como contratar o empréstimo consignado 

O crédito consignado está disponível para profissionais com carteira assinada, aposentados e pensionistas do INSS e funcionários públicos ativos e inativos, incluindo militares. Além das taxas competitivas para esse público, o pagamento é descontado em folha. Assim, não há risco de esquecimento das parcelas, o que geraria multas e juros.

Vale lembrar que há vantagens extras para quem recebe benefício do INSS, a partir das novas determinações definidas pelo Banco Central do Brasil durante a pandemia.

Valor das parcelas

Ao contratar o crédito consignado, pense no valor das parcelas. Como são descontadas automaticamente, contrate um valor que não comprometa o seu orçamento familiar. Ainda mais nesse momento em que a economia não tem previsão de crescimento a curto prazo.

O crédito consignado, aliás, já tem um dispositivo criado para evitar esse problema. É a chamada Margem Consignável. Clique para saber como esse cálculo funciona.

Escolha certa 

Agora que você já sabe que o crédito consignado é ideal para pagar dívidas, é hora de dar o primeiro passo. Busque uma financeira que preze por objetivos claros para ambos e que pense no seu bem-estar. Uma empresa que ouça as suas necessidades e os seus sonhos bem como você merece.

Em época de distanciamento social, saiba que há opções de atendimento e simulação de proposta de empréstimo online. Assim, você não precisa sair de casa.

Pensando em pedir um empréstimo consignado? O site da Bem Promotora oferece informações adicionais relativas ao tema. Lá, você também encontra ótimas opções para diversos tipos de clientes, inclusive negativados. Simule sua proposta com a gente.